Notícias
 

 

 
 
             
I
Noticias
 

ESPETÁCULO TEATRAL PAIXÃO DE CRISTO TRADIÇÃO DE MAIS DE QUARENTA ANOS REALIZADO PELA J.R. PRODUÇÕES EMOCIONA O PÚBLICO MAIS UMA VEZ

Arte, cultura, emoção e fé

Aconteceu no dia 30 de abril, no adro do Santuário do Senhor Bom Jesus, mais uma edição do Espetáculo Teatral Paixão de Cristo. Na versão 2018 foram acrescentadas cenas inéditas e a emoção mais uma vez tomou conta do público.

Iniciando com a Santa Ceia, os presentes começaram a sentir o clima de reflexão e lágrimas rolaram já no começo da peça, quando Jesus se despede de seus discípulos anunciando sua partida e martírio.

Com mais de cinquenta pessoas envolvidas, entre atores, figurantes, técnicos e diversos outros profissionais, o evento é aguardado com ansiedade durante o ano.

BASTIDORES

Por volta das 17 horas uma chuva torrencial caiu sobre Manhumirim causando a maior correria entre os profissionais e causando a avaria do canhão de luz seguidor,danificando outra parte da iluminação que não pode ser usada em sua totalidade, deixando o rosto dos atores sem luz durante a apresentação. Também as cortinas molharam e triplicaram de peso, dificultando o desenrolar normal do espetáculo. Alguns detalhes do centário também foram danificados. Mas, o público não notou nada disso, pois a emoção do texto e as múltiplas cenas e mudanças de cenários superaram os transtornos. Depois de iniciado o espetáculo fez-se uma noite linda com lua e estrelas, abençoando o momento de arte, reflexão e cultura.

UM POUCO DA HISTÓRIA DO ESPETÁCULO

Foto da PAIXÃO DE CRISTO encenada no Bairro do Roque no ano de 1992 sob a direção de João Rosendo

Criado pelo artista plástico João Rosendo no ano de 1978, quando ainda estudava no Colégio Santa Teresinha, o espetáculo foi apresentado pela primeira vez em cima de um caminhão estacionado na porta da igreja matriz. Os elenco era composto por amigos de João Rosendo e colegas de escola.

Nos anos seguintes a peça foi encenada em diversos locais como no Bairro do Roque, adro da matriz e depois se fixou ao lado da rodoviária.

Em frente a prefeitura o espetáculo ganhou dimensão e vários cenários. Logo após, a procissão seguia para a igreja, com a multidão acompanhando o esquife do Senhor morto.

Vale ressaltar algumas curiosidades sobre o espetáculo (que é REGISTRADO em nome de João Rosendo) de propriedade cultural e intelectual do artista plástico.

Por exemplo, em 1993 no momento em que Jesus morre na cruz toda a luz da cidade foi apagada, registrando assim, a passagem de Jesus a caminho do céu. O diretor da empresa concessionária de energia da época desligou todo o fornecimento, lógico que teve aviso prévio para a população, e Manhumirim ficou toda no escuro durante dois minutos, com luz apenas na cruz em que Jesus estava pregado.

Outa curiosidade foi o monte calvário construído, onde hoje é a rodoviária, com uma grande quantidade de terra para a realização da cena da morte de Cristo. O local seria aterrado e a produção aproveitou os diversos caminhões de terra que chegavam até a área que foram empilhando formando uma montanha de mais de cinco metros de altura, onde as três cruzes foram afixadas.

ATUALMENTE

Com o objetivo de resgatar a cultura e incentivar os talentos locais o prefeito Luciano Machado deu carta branca para a execução do espetáculo e apoia totalmente a realização do evento, que voltará a trazer caravanas de toda a região para Manhumirim.

O espetáculo teatral PAIXÃO DE CRISTO será novamente um marco na arte, cultura e religiosidade criando momentos de fé e muita emoção no MAIOR ESPETÁCULO AO AR LIVRE DA REGIÃO.

E, segundo o diretor: -"Já estamos trabalhando com novas cenas e ideias para a versão de 2019, com novas cenas e grandes efeitos especiais. Aguardem".

Logo após a apresentação, o povo seguiu em procissão pelas ruas da cidade, mostrando fé tradição e muita emoção.

TEXTO: João Rosendo

FOTOS: João Rosendo e Ass. Com. Prefeitura de Manhumirim

Publicado em 05 de abril de 2018

 

Uma das cenas mais elogiadas do espetáculo: a Santa Ceia

Emoção e oração na cena em que Jesus se despede de seus amigos na última ceia

Graça Campos e Rhana: avó e neta contracenando no mesmo palco

Felipe e Viviane: mãe e filho juntos no palco e o pai, Portuga, tamém interpreta um soldado romano

Etiene, esposa e filha - a família toda na peça

Sandro Ribeiro terminando de vestir Artur, filho de Rita Ecard que interpretou Maria Madalena

Rita Ecard viveu Maria Madalena e ajudou na produção da peça

O povo seguiu em procissão pelas ruas de Manhumirim

 

MAKING OFF - MADRUGAS DE ENSAIOS

 

 

Vídeo do espetáculo na íntegra em sua versão do ano de 2018. Para o próximo ano o diretor João Rosendo anuncia grandes surpresas em efeitos especiais e cenas inéditas na peça

O ator Gabriel Martins viveu Jesus Cristo julgado por Pôncio Pilatos interpretado por Luciano Machado, que há mais de quinze anos interpreta o personagem

O diretor João Rosendo dando os retoques finais na maquiagem e caracterização do ator Gabriel Martins (de costas) enquanto Luis Felipe maqueia o soldado romano

O ator Gabriel Martins foi caracterizado por João Rosendo para viver Jesus Cristo e aparentar os trinta e três anos do personagem protagonista

Sandro Ribeiro, João Rosendo, Jarba Viana e Gilmar Louback desceram do palco para assistirem a cena da Santa Ceia, que emocionou a todos

A emoção de Maria (Leandra Sanglard) e João (Pedro Paulo Dias) ao verem Jesus carregando sua pesada cruz. O povo chorou junto no momento da cena

Luis Felipe viveu Herodes Antipas, cena nova no espetáculo, e deu um show de interpretação ao mostrar um rei cínico, bêbado e cruel

Luis Felipe (Herodes), Jarbas de Sá Viana (Caifás) e Luciano Machado (Pilatos) brilharam na peça sendo os algozes de Jesus

Portuga, Marcelo Almeida, Sandro Miranda, Topó e Betão: soldados e centuriões

Padre Marcos dirigiu a cerimônia da descida da cruz

ELENCO E FICHA TÉCNICA

JESUS DE NAZARÉ:....Gabriel Martins Gabrig

PÔNCIO PILATOS:.....Luciano Machado

CAIFÁS......Jarbas de Sá Viana

ANÁS:.....Gilmar Louback

NICODEMOS.....Anderson Emerick

JOSÉ DE ARIMATÉIA.....Patrick Malosto

HERODES ANTIPAS.....Luis Felipe Diniz

MARIA MÃE DE JESUS.....Leandra Sanglard

JOÃO.....Pedro Paulo Dias Medeiros

PEDRO.....Ademir

THIAGO.....Thiago Silva do Carmo

MARIA MADALENA.....Rita de Cássia Ecard

MARTA.....Nayara Ferreira Gomes

 

CRIANÇAS:

01.....Artur Gabriel Ecard Fagundes

02.....Thainara da Silva Bernardo

03.....Analiz Gomes Barbosa

 

VERÔNICA.....Rita de Cássia de Sousa Reis

 

DANÇA DE VERÔNICA:

01.....Regina Cristiane de Almeida Reia
02.....Amália Almeida de Paula
03.....Pâmela Maria Lemos da Silva
04.....Viviane Xavier
05.....Carla Costa Cávoli
06.....Mayara Aparecida Schuab

 

MULHER DE PRETO.....Adriana Machado

 

DOIS MALFEITORES NA CRUZ:

DIMAS.....Vinícius Portugal Nunes

GESTAS.....Alisson Zorzan

 

JUDAS ISCARIOTES.....Alexsandro Machado (Makanaca)

 

BARRABÁS.....Felipe Xavier

SIMÃO CIRINEU.....Etiene Fontoura Barbosa

DEMÔNIO.....Guilherme Verly

CENTURIÃO 01.....Topó

CENTURIÃO 02.....Sandro Miranda

 

SOLDADOS:

01.....Stênio Dias

02.....Marcelo Almeida Barbosa

03.....Adilsimar (Portuga)

04.....Carlos Alberto Gonçalves (Betão)

 

MULHERES QUE RECONHECEM  PEDRO

01.....Rhana Machado

02.....Sofia Raele

 

DEMAIS DISCÍPULOS DE JESUS CRISTO

01.....Júlio Maria Foca

02.....Welington Camilo

03.....Alan Fully Assunção

04.....Guilherme Verly

05.....Daniel Emerick

06.....Waldir Monteiro Dias

07.....Igor Assis

08.....Ademir

 

 

POVO:

01.....Graça Campos Machado

02.....Maria da Cunha Foca

03.....Leandra Borel

04.....Adriana Machado

05.....Rana Machado

06.....Sofia Raele

07.....Marta Dias

SOM E LUZ -  MAX SOM

Alex Fontoura
Lázaro
Adriano Peral
Vinícius Destro
Felipe
Celcinho

 

PRODUÇÃO DE PALCO E APOIO AOS ENSAIOS

Beatriz Lomeu
Roberta Heringer
Sandro Ribeiro

 

COSTUREIRA

Ana Maria de Oliveira Ferreira

 

EQUIPE DE DECORAÇÃO E CENÁRIOS

João Rosendo
Vinícius Nunes
Rita de Cássia Ecard
Gabriel Martins Gabrig
Sandro Ribeiro
Marcelo Almeida
Valdir
Stênio Dias

 

FIGURINO E CENÁRIOS

João Rosendo

 

CARPINTARIA

Tuniquinho

 

SERRALHERIA

Sebastião Alves Toledo (Riquete)

 

APOIO DE PRODUÇÃO

Adilson Tanes
Júlio Novaes
Jefinho
Alessandro Raulino
Gildo
Thiago
Célio Júnior (Bolim)

 

TRILHA SONORA

FIME JESUS DE NAZARÉ
Maurice Jarre

BEN HUR

Miklós Rózsa

 

 

AGREDECIMENTOS ESPECIAIS

PREFEITURA DE MANHUMIRIM - MG
Prefeito Luciano Machado

PARÓQUIA DO SENHOR BOM JESUS
Pároco Padre Marcos Antônio Alencar Duarte

 

 

LOCUÇÃO e TEXTO

João Rosendo

 

 

IMAGENS

Jayme Portes
Thierry Rocha

 

VOZ DE JESUS.....Murilo Rosa

VOZ DE PILATOS.....Oscar Magrini

 

Esta obra não tem fins lucrativos.
Nosso objetivo é  evangelizar divulgalndo  nossos talentos e a cultura popular

 

 

DIREÇÃO GERAL

João Rosendo

copyright JR PRODUÇÕES
30 de  março de 2018

 

 

 

 

Jornal Boca do Povo - DIREÇÃO JOÃO ROSENDO - Copyright 2010 - Todos os direitos reservados